Discos mais ouvidos até agora #2

10 de setembro de 2020

Dia desses estava pensando em um assunto bem interessante para um texto, tendo quase certeza que era algo que eu ia gostar muito de escrever, porém não anotei em lugar nenhum o título que tinha pensando nem alguma frase que me fizesse lembrar do que era. Por isso o assunto pode ter se perdido para todo o sempre... rs.
Fiquei meio chateada por isso, aí dei de ombros, pois não dá pra se prender a essas coisas cada vez que elas acontecem. Creio que em algum momento volte a ideia, pelo menos que parecida com o que eu tinha pensado.

Por conta disso vim aqui mais uma vez falar de música, hehe. Porque é meio que só desse assunto que tenho conseguido pensar para escrever e já que perdi o fio lá do outro texto, música nunca é um assunto que fico enjoada.

Além disso, registro minhas sagas e descobertas musicais por serem muito minhas, muito particulares. Tenho um tempo para tudo, inclusive para ouvir alguns álbuns em certos momentos. 

Enfim, decidindo que iria falar sobre música, lembrei de ter feito um post sobre os álbuns mais ouvidos até aquele momento — que foi em 2018. Pois falarei dos ouvidos até agora, de 2020, e me surpreendo com o desprendimento em receber artistas novos nos meus fones, me deixando bem contente com a variedade de estilos. ;)

Vamos a eles?

Oh Wonder - Oh Wonder

Conheci Oh Wonder oficialmente em 2016, mas foi só em 2019 que prestei atenção neles verdadeiramente. E mesmo eles tendo lançado outros dois álbuns muito bons e com música bonitas, foi no primeiro da carreira deles que encontrei um som que me confortaria pelos próximos tempos.
Esse disco tem músicas suaves, mas que carregam uma força sentimental muito grande. Josephine e Anthony com suas vozes etéreas trazem delicadeza com batidas, em alguns momentos, mais fortes que combinam tudo em músicas de fácil adoração. São pop, contudo se inspiram no som mais eletrônico. Também há um quê de fantasia; só assistir à algum clipe que você percebe essa característica. 
Às vezes pode parecer que as músicas são todas muito semelhantes? Talvez um pouco, mas há sempre aquelas que se destacam pela “personalidade” única, e essas acabam de tornando as preferidas, assim ouvidas muitas e muitas vezes no repeat, rs.

Faixas preferidas: Livewire; Body Gold; Drive; Lose It.


Ukulele Songs - Eddie Vedder

Eu gosto muito de Pearl Jam, muito por causa da voz do Eddie Vedder, que para mim é um vocalista com personalidade muito distinta em sua voz, destacando-se assim no meio da multidão. Então conheci seu trabalho solo e mais minimalista na trilha sonora do filme Na Natureza Selvagem, em que ele usa de poucos instrumentos, incluindo o ukulele. em algumas canções.
Por curiosidade resolvi procurar mais algum trabalho solo dele; achando que ia me deparar apenas com algumas músicas soltas de outras trilhas sonoras. Qual não foi minha surpresa de ver esse álbum maravilhoso, com composições próprias e alguns covers, tudo feito nesse instrumento que passei a admirar ainda mais. São todas músicas delicadas que ganham ar deslumbrante com a voz rouca e forte de Eddie. Achei fabuloso! Tanto que agora eu estou decida a comprar um ukulele para aprender, pelo menos um pouco, a tocar essas músicas tão lindas, hehe.

Faixas preferidas: Sleeping By Myself; Without You; Goodbye; You're True.


Fine Line - Harry Styles

Esse é uma surpresa até para mim. Quem imaginou que um dia eu ouviria Harry Styles? Bom, eu não imaginava pois nunca curti One Direction, contudo a grata impressão que tive do primeiro disco solo do Harry foi — podemos dizer — uma mordida na língua, pois não acreditava que seria tão legal assim. Então ano passado ele lançou esse segundo álbum, e acho que se superou nas inspirações e criatividade. Já tinha visto dizerem que ele sempre pega elementos de artistas/bandas antigas (por conta do gosto musical de sua mãe) e cria algo mais moderno sem deixar de ser sagaz. Pois bem, em Fine Line ele conseguiu fazer algo realmente especial. As músicas não são só boas, elas grudam como hits de verão — que aliás, tem muito essa vibe por aqui — que ficam muito tempo com você. Delicioso de ouvir. A única faixa que achei dispensável foi She, mas não sei dizer ao certo porque não me agradou; a achei fora da curva das outras... De resto, segundo trabalho ótimo! Contando para os próximos.

Faixas preferidas: Golden; Watermelon Sugar; Adore You; Falling.


Women In Music Pt. III - HAIM

Falei um pouco desse álbum no post anterior. As irmãs tem figurado no meu player desde 2017 e nunca mais saíram, pois essas mulheres têm um talento imensurável. Elas tocam vários instrumentos, elas compõe as músicas, cantam, produzem; fazem tudo! As admiro demais. E esse álbum não poderia ser menos do que excelente. Com mais inspirações em artistas dos anos 70-80, elas combinam leveza e altivez em músicas de vários gêneros musicais, passando por rock, R&B, pop; até aquele que lembra fundo de garagem, haha. Artistas como Joni Mitchell, Fleetwood Mac, Tom Petty são contemplados, porém nunca deixando de serem elas mesmas e colocando suas experiências pessoais nas letras e sentimentos que abarcam as canções.
Acho que elas só crescem no cenário musical, e que estão evoluindo com cada trabalho feito. Espero que o quarto álbum seja ainda melhor, porque elas são fodas pra caralhooo! (perdoem os palavrões, rsrs)

Faixas preferidas: The Steps; 3am; Now I'm In It; Summer Girl.
bônus: Los Angeles.

J.

4 comentários

  1. eu simplesmente amei as capas, principalmente do eddie vedder e das haim. eu me imaginei nesse estabelecimento tomando um café num meio de tarde quente. quando arrumar minha impressora vou tentar lembrar de imprimir e botar na parede porque inspira bastante para escrever contos.

    só pelas capas e pelo jeito empolgado que você falou de cada disco, vou tentar ouvir :) e também porque música é minha paixão da vida, e desde o ano passado estou viciadíssima em fazer playlists temáticas!

    um beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe que esse café em que elas fizeram a capa do álbum é onde elas se apresentaram pela primeiríssima vez? hehe

      Amo música também, tô sempre ouvindo e agora quero muito mesmo aprender a tocar ukulele, porque é um instrumento lindo e que não é tão caro (não podendo investir num maior, como piano, por ex rs). Porque tem coisa que só a música faz por mim, sabe? Então é uma paixão minha também ^^

      Sim, dê uma chance pros álbuns, depois me conta o que achou
      ;)

      Excluir
  2. Eu percebi que vc gosta de músicas bem diferentonas e fora do mainstream, hahaha. Tô muito afim de conhecer mais do trabalho do Harry Styles. Parece legal.
    PS: Tô apaixonada nesse template do seu blog!!! Tudo pra mim ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, será Jaque? Não acho que foge tanto assim, mas confesso que meu gosto pra música dificilmente acompanha o que tá em alta. E acho que mesmo as HAIM e o Harry Styles terem seus discos mais recentes não é o que tá no top top das paradas e dos players da maioria né? xD
      Que bom que gosta do template, eu acho lindo também, essa coisa mais minimalista, mais limpa né?
      ;)

      Excluir

Muito obrigada pelo comentário e pela visita! ♥
Responderei assim que puder ;)