Deixando o texto fluir

9.8.18

Estou aqui depois de ter jantado — e precisei fazer um chá de boldo, pois comi ou em excesso ou muito rápido e pra variar um pouquinho, me deu dor de estômago (já estou melhor, se alguém se perguntar, rs) — com minha xícara de chá, e estava pensando no que poderia escrever para o BAEDA (que, não me leve a mal, não sei se vou conseguir concluir com aquele tanto de post que eu disse que queria fazer, mas ok) de hoje. Pensei em responder tag/meme; ou resgatar algum texto que já estava nos rascunhos aqui do próprio blog, quando uma montanha de coisas começou a passar pela minha cabeça e quase tive um ataque de ansiedade.

Music to monday #25

6.8.18

Simplesmente, hoje é segunda-feira, dia em que não funciono nem para fazer o básico do básico, ainda mais com diazinho feio desses. Não que eu não goste de chuva, quando é preciso, gosto. Mas tá uma coisa tão deprimente e sem vida esse dia que é preciso de uma 'injeção' de ânimo, mesmo.
Claro que eu tenho música para me ajudar nessa empreitada que é aguentar até as 23h59, então poderei dizer que sobrevivi a mais uma segunda-merda-desse-mundo #senhorameajude.

Não tenho como mentir que estou ouvindo sem parar High As Hope da minha musa Florence. E devo dizer, também, que estou planejando um post só sobre ele, contudo é um ato difícil falar de um álbum tão sublime e significativo — tanto pra própria Florence quanto para mim, em graus e situações diferentes, mas ainda assim, intenso — que é complicado expor todas as nuances que ele possuem em palavras corretas. Então estou produzindo o texto e quando der, ele saíra.

Por hoje, ficamos, apenas, com uma das músicas desse trabalho magnífico. Escolhi Big God, pois tem força e personalidade. Uma canção diferente de tudo que Florence já fez e expôs por aí. Ela é mundana e espiritual ao mesmo tempo. Gosto de sua batida e como ela parece um ser diferente enquanto canta. O video clipe é majestoso, não tem como não apreciar a estética e o brilho de cada mulher ali escolhida para atuar junto com a protagonista.
Um hino desses não pode passar batido. ;)


You need a big god
Big enough to hold your love
You need a big god
Big enough to fill you up

BAEDA: também quero participar

1.8.18

Pois sim, tentarei mais uma vez fazer parte de uma blogagem coletiva que todas as pessoinhas dos blogs costumam fazer em Agosto, também: o BEDA!

Quando fiz BEDA em Abril, foi com o intuito de me desafiar em algo diferente do que eu vinha fazendo aqui no blog. Como nunca havia participado dessa "brincadeira" (em aspas mesmo, porque de brincadeira não tem nada, já que dá um certo trabalhinho, haha) e a empolgação veio em momento para que pudesse realizá-la, decidi que faria os 30 dias desse desafio divertido. E foi maravilhoso!

Aprendi muita coisa, e experimentei "forçar" um pouco mais minha criatividade a trabalhar. Bom, você pode ler os resultados nos posts de Abril. ;)

CopyRight © | Theme Designed By Hello Manhattan